ENTREVISTA: DOUGLAS MOLOCOPE

 

DSAR9028_molocope_retrado_03_lores

Fotos: Diego Sarmento

Douglas Molocope faz uma rápida reflexão sobre seus primeiros passos como skatista profissional. Comenta suas expectativas e seus planos para o segundo semestre de 2015. Acompanhe a conversa com o skatista:

Quando você era amador correia muito campeonatos. Hoje, um ano e meio como profissional esse cenário mudou.Como você encara isso?

Sim, quando era amador corria bem mais, tinha evento com mais frequência. Agora como profissional, neste um  ano e meio que se passou, devo ter participado de uns cinco eventos, mas não me preocupo muito com isso. O importante é anda de skate.

Quanto as suas expectativas em ser skatista profissional, qual sua percepção desse tempo como profissional?

Fiquei 13 anos como skatista amador e essa expectativa de ser profissional sempre tive, mas realmente não sabia que isso um dia se tornaria real. Agora profissional estou realizado de um sonho, mas sei que tenho muito o que aprender ainda com os que estão a muito mais tempo nessa caminhada. Estou iniciando algo que será muito maior um dia.

DSAR0317_molocope_bscrooked_bentogoncalves

Você sempre se destaca nas competições de melhor manobra, levou o best trick do MTZ Skate Pro 2014 e agora o Vans Waffle Series. Você se sente mais confortável nesse tipo de competição?

Best trick acho que está dando sorte!!  Com certeza acho mais tranquilo, pois você tem uma tempo um pouco maior para ficar tentando sua manobra escolhida, por isso não tem tanta pressão e vem dando certo.

2015 começou muito bem para você. Fala um pouco desse primeiro semestre do ano. Foi bem interessante, consegui viajar e andar de skate, as coisas que mais amo fazer. Uma das trips foi para o Uruguai, que apesar de alguns contra tempos, foi uma viagem importante. Vivência pura.

Para finalizar, quais os planos para a segunda metade do ano?

Desde minha passagem para profissional só vem acontecendo coisas boas. O objetivo maior para o segundo semestre é viajar bastante  e coletar imagens pra lançar uma vídeo parte nova em dezembro. Espero ter novidades até o final do ano.

Grande abraço a toda família skateboard.

REC PARA UM SONHO NO NORDESTE DO BRASIL

capa face

O filme é uma realização da Liga Trucks e edição de Marcos de Souza. As imagens foram captadas em várias partes do mundo e coletadas durante quatro anos. REC PARA UM SONHO mostra uma retrospectiva da carreira de Daniel Crazy e presta uma homenagem a Alexandre Ribeiro, profissional falecido e referência do skate nacional nos anos 90.

 

Premiére Nordeste da vídeo parte de Daniel Crazy REC PARA UM SONHO

 

18/06 – Premiére Loja ZSU Skate Shop, Salvador – BA

19/06 – Best Trick Jardim dos Namorados, Salvador BA

20/06 – Premiére Loja Venice, Aracajú – SE

21/06 – Best Trick Pista Cara de Sapo, Aracajú – SE

 

 

TRUCK GUI ZOLIN 2

DSAR3430_guizolin_facetotruck_lores

O truck GUI ZOLIN 2 139 mm baixo, está disponível na cor branca com base dourada e traz logo com símbolo da cidade de Esteio, onde nasceu o skatista, junto com o logo da Liga e assinatura do atleta. Guilherme Zolin foi o primeiro skatista da LIGA a assinar um Modelo Atleta de truck. #seLiga

ENTREVISTA: DANIEL CRAZY

 

Fotos: Diego Sarmento

Fotos: Diego Sarmento

O primeiro semestre de 2015 está sendo bem agitado para Daniel Crazy, com direito a lançamento de vídeo parte, de truck assinado por ele e de muitas viagens. Conversamos com o skatista para saber como foi trabalhar nesses projetos e no que está por vir nesse segundo semestre. Para começar, o skatista fala como surgiu seu apelido, “Crazy veio na metade da década 90, quando eu não tinha muita técnica no skate, então eu era muito atirado, além das ideias terem contribuído pra esse apelido!”

Liga Trucks – Você está sempre viajando com o skate, não para, então destaque duas viagens marcantes da sua vida? Porque?

Daniel Crazy – A viajem pra Europa em 2005, onde fizemos todo circuito europeu, foi muito legal, sem grana e muito skate. Foi eu e o Gui Zolin juntos, ficamos esperando o Rafael Russo e o Daniel Febem. Só de viajar com o Febem já explica muitas coisas. Quem conhece ele sabe que não dá para ficar um minuto sem dar risada. A segunda foi a Cuba, onde reencontrei minha essência como ser humano e no skate também.

LT – Nos conte uma história de viajante.

DC – Vou contar uma na Holanda, onde achamos uma coffee shop que tinha cogumelos pra vender, fiquei dois dias “mutchooooo louco”, fomos no show do Razel do Wutang e não entendia como ele fazia aquilo com a boca. Depois, fizemos um piquenique de cogumelo com yoyocream, horrível o gosto, perdi dinheiro fizemos um bolo, mais no fim deu tudo certo ! Como sempre !!!! (muitos risos)

REC PARA UM SONHO

capa face

 LT – Como surgiu a ideia do nome ? 

DC – A três anos comecei uma missão pra filmar uma vídeo parte pra Liga, seguindo o tempo percebi que as coisas não iriam acontecer, então comecei a elaborar um projeto independente. Começaram a vir muitas ideias e uma delas era fazer um trampo diferente, onde  o Ribamar (Alexandre Ribeiro) estaria encabeçado nela. Há alguns anos atras, tive um sonho não tão bom com o Ribamar e decidi fazer uma recriação da vida dele. Na real, fui juntando viagens da minha cabeça e uma delas teria a ver com o filme Requiem para um Sonho, na qual teria um pouco a ver com a vida do Ribeiro, fui juntando ideias e colecionado peças de um quebra cabeças gigante. Quando a Liga falou da possibilidade de fazer a minha vídeo parte com o Marcos Rasta, achei muito bom, ele superou todas as minhas expectativas.  Me sinto honrado e feliz de ter conseguido, junto a todos que encabeçaram comigo, todo esse trabalho que é simplesmente magnífico. Obra da minha vida!!!!

LT – Como era sua relação com Alexandre Ribeiro, já que a VP é uma homenagem a ele? 

DC – Era uma amizade normal. Amigos que andavam na Praça do Banks, em Esteio, diariamente. Muitas vezes fui a casa dele escutar som e fazer loucura. Ele era um cara extremamente humilde e com muitos problemas psicológicos, familiares e de relação com o próximo, mas mesmo assim era uma inspiração pra época, pois tinha tudo que um skatista profissional queria: patrocínio e reconhecimento. Era um cara “cabuloso”, que nasceu na época errada, mas deixou sua história e agora mais que nunca eternizada no Rec Para Um Sonho!

LT – Como foi trabalhar e realizar esse projeto da vídeo parte?

DC- Esse projeto foi um trampo muito nostálgico, pois me vi em muitas fitas antigas da década de 1990, coisas que não me recordava. Foi cansativo também, para que tudo desse certo, muita expectativa, mas sabendo que estava na mão do Rasta estaria tudo certo. Me sinto aliviado e com o dever cumprido.

LT – O resultado foi o que vc esperava?

DC – O resultado foi além do esperado, ficou uma película animal, uma obra de arte!!

NOVO TRUCK

truck Daniel CrazyLT – Você lançou recentemente um novo truck pela Liga, com uma história com Cuba. Conta um pouco dessa relação?

DC – Na Liga sempre tenho portas abertas pra apresentar projetos e realizá-los. Cuba, a quase dois anos atras, quando voltamos de lá eu e o Dieguinho já tínhamos isso em mente. Ma como tudo tem sua hora certa, deu bem certinho. Fico feliz por mais essa conquista e que venha as próximas!!

 

LT – Esse primeiro semestre de 2015 foi bem movimentado para você, lançamento de vídeo parte, viagens, lançamento de novos produtos assinados. O que vem ai para o segundo semestre?

DC – Estamos ainda trabalhando nas coisas que fizemos no primeiro semestre. Na próxima edição da Revista Tribo tem matéria minha e do Biano e do Dieguinho no Peru, e ainda, fazendo as exibições pelo Brasil da minha VP.  Do dia 17 a 25 vou estar no nordeste para lançar o Rec Para Um Sonho lá. E, para o segundo semestre, estamos encabeçados em fazer os #brazicas bombar, logo mais novidades se Deus quiser. Quando mentes pensantes se juntam sempre vem coisas boas! #naoSomosAssimPorAcaso

BRX É A NOVA DISTRIBUIDORA LIGA TRUCKS

truck 129mm tradicional

A Liga Trucks anuncia a Distribuidora BRX Brands como nova colaboradora, a partir de agora irá gerenciar toda parte comercial da marca. Tudo isso visando uma maior agilidade e excelência no atendimento ao cliente. A escolha da BRX se deu por vários motivos, um deles por ter ideologias de trabalho parecerias, ambas empresas se preocupam em contratar skatistas como funcionários.

“Essa nova parceria com a BRX Brands esta ligada a uma nova forma de distribuição da Liga Trucks, onde o trabalho será muito mais eficiente. A BRX tem um projeto de expansão muito interessante que pesou muito na hora da decisão, acredito que em muito pouco tempo teremos um crescimento considerável e que trará bons frutos ao skate”, diz Rafael Russo sobre essa nova fase da Liga. E ressalta também, “quem já trabalha com BRX  sabe de sua eficiência e velocidade com que atende seus clientes, agora todo esse conhecimento da parte comercial estará em beneficio da Liga Trucks.”

Algumas regiões continuam sendo atendidas pelos antigos parceiros. Minas Gerais pela Dis.(dis.skate@outlook.com)  Pernambuco, Paraíba e Alagoas pela Myllys (www.myllysskateshop.com.br). Os outros estados das regiões Nordeste e Norte são atendidos pela Northeast ( contato@northeastdistribuidora.com.br). O restante do Brasil, a partir de agora é atendido pela BRX (www.brxbrands.com.br ).